Aproxima-se o tempo de partir para Jerusalém

em 20 de outubro de 2021 por MAGIS Brasil

“É preciso estar atento e forte…” (Caetano Veloso)
Para ouvir e concretizar a vontade de Deus é preciso atenção e resiliência.

Escrito por Alex Jorge Braga Alves

Depois de em tempo em sua terra natal para recuperação da saúde, Santo Inácio pôs-se a disposição da Divina Vontade e foi à Veneza esperar o navio para Jerusalém. No norte da Itália, o peregrino, junto aos primeiros companheiros, ministrou os Exercícios Espirituais e cuidou dos mais vulneráveis.

Passou um ano, e nada da embarcação… Os venezianos haviam rompido com os turcos, e não havia mais o comércio marítimo. Dessa forma, Inácio acreditou que a viagem não seria vontade de Deus, e aos poucos foi discernindo que o lugar geográfico não é o fim, mas o meio. Daí Inácio seguiu com os companheiros para Paris e continuou sua missão de pregação e assistência aos mais pobres.

Esse trecho da “Autobiografia de Santo Inácio de Loyola” fala de duas virtudes adquiridas pelo santo por meio de sua aventura espiritual: a atenção aos sinais dos tempos e a resiliência com as mudanças.

Inácio, acima de tudo, ficou atento aos sinais de Deus. Ele percebeu que ir a Jerusalém era vontade sua, mas não daquele a quem servia. Depois de um longo tempo de espera, o peregrino foi fiel, e acreditou nas sutilezas de Deus. Desse episódio, pode-se perceber os frutos do exame de consciência, ver Deus sendo presença no cotidiano e em quais momentos ele mais se manifestou, é um dos maiores frutos desse tipo de oração.

O segundo elemento, foi a prontidão para reformulação dos planos. Inácio logo que percebeu não ser o plano de Deus ir para a Terra Santa, ele prontamente colocou-se disponível ao querer do Divino Mestre. Com afinco e decisão, Inácio soube ser fiel nas mudanças e se desapegou. Hoje, nesse difícil momento de pandemia, todos nós tivemos que aprofundar esse dom, não é verdade?

Inácio foi, acima de tudo. Fiel. Ele, na sua humanidade, não reconheceu de imediato o Projeto de Deus, mas, com intensa vida de oração e disponibilidade, foi modelando sua vida à “Maior Glória de Deus”.

Texto bíblico: Lc 5,1-11

#Clique aqui e faça o download da versão para impressão desta reflexão.
Veja também a última reflexão.

Compartilhar
Twittar
+1