Com Inácio às margens do Rio Cardoner

em 10 de fevereiro de 2021 por MAGIS Brasil

Entre os dias 29 de janeiro e 07 de fevereiro, realizou-se a Experiência Cardoner, na Casa de Encontros e Retiros Santo Inácio, em Campinas (SP), uma iniciativa do Eixo Vocações do Programa MAGIS Brasil que reuniu jovens inquietos vocacionalmente, desejosos em construir o seu projeto de vida para alcançar o magis, aprofundar a vida de Inácio e aproximar-se da Companhia de Jesus. 

Um dos jovens que estiveram presentes nestes dias, o Guilherme Gutierrez, de Rosana (SP), partilha que “a Experiência Cardoner é uma provocação a avançar nos sentidos da sua vida e da sua existência, no seu tempo e na sua história. Na perspectiva vocacional, para além de questões religiosas, ajuda a gente a problematizar questões da vida e problematizar seu projeto de vida e rezar ele também”, o que ele acredita que seja a parte mais importante do processo. 

Todo este percurso se concretizou com o apoio dos jesuítas e dos noviços admitidos, que colocaram os vocacionados ao lado de Inácio no Rio Cardoner e os motivaram a fazer a travessia do rio da existência, mergulhando nas profundezas da vida, lugar privilegiado onde Deus se revela. Esta experiência marca o início de um acompanhamento vocacional que quer conduzi-los a um processo de expansão. 

Partindo do chamado a ser pessoa, com tantas ondas e ventos contrários, mas também com brisas e correntezas a favor do barco da vida, os jovens contemplaram a pessoa de Jesus Cristo, por meio de Inácio, e identificaram em sua história muitas semelhanças com as vivências trazidas por cada um e, sem dúvida, encontraram nele inspiração para continuar a travessia. 

Ao se entregar com liberdade neste mergulho interno e partilhar a vida em comunidade, o Renan de Sousa Teixeira, de Fortaleza (CE), sentiu que a Cardoner é “uma experiência muito construtiva de enxergar a Companhia, enxergar os jesuítas de maneira mais próxima, de maneira aberta. E assim também perceber o que a Companhia traz de beleza a partir das experiências de Exercícios Espirituais, orações comunitárias(…) mas perceber também esse Cristo que peregrina, que é amigo.”  

Além dos momentos intensos de espiritualidade inaciana, convivências, esportes e lazer, foram apresentadas as Preferências Apostólicas Universais e a missão local da Companhia de Jesus, com a construção coletiva de várias reflexões e percepções a respeito de cada uma. Ainda, o ponto alto da experiência, destacado pelos jovens, foi a Peregrinação, saindo da Casa Santo Inácio, em Campinas, até o Mosteiro de Itaici. Foram cerca de 33 km percorridos, marcados por partilhas de vida, companheirismo, dores e marcas no corpo, mas também muita alegria e superação. Sentindo, ouvindo, olhando, cheirando e saboreando o caminho, todos “viram Deus em todas as coisas e todas as coisas n’Ele”. 

Ao viver dias tão ricos, preparados e oferecidos com tanto zelo e cuidado, o Marcos Bueno, de Vargem Grande do Sul (SP), reconheceu que a Experiência Cardoner “traz vivências em comunidade muito importantes, além de propiciar momentos de oração, interiorização, momentos de autoconhecimento e momentos que nos trazem questionamentos, inclusive sobre a nossa vocação. Faz com que a gente perceba aquelas características nossas que coincidem com características que a gente percebe no trabalho da Companhia, que a gente percebe nos jesuítas (…) isso dá muita clareza pra tomada de decisão, nos deixa mais tranquilos, mais seguros pra escolher qual caminho trilhar.”  

Nesta travessia, como sabemos, “acompanhar os jovens na criação de um futuro cheio de esperança” é uma preferência apostólica da Companhia de Jesus, por este motivo, intensifiquemos nossas orações pelas vocações, a fim de que muitos se sintam chamados e enviados a inflamar o mundo com a força do Evangelho. 

Compartilhar
Twittar
+1