CIJ e Anchietanum dão passos para a realização de seus planejamentos de trabalho

em 27 de abril de 2017 por MAGIS Brasil

Durante essa semana, o Centro MAGIS Inaciano de Juventude (CIJ) e o Centro MAGIS Anchietanum deram passos na realização de seus planejamentos de trabalho. A equipe de colaboradores do CIJ esteve reunida nos dias 3 e 4 de abril e contou com a participação de Vanessa Correia e Davi Caixeta, do Centro MAGIS Anchietanum.

O processo é uma recomendação do Programa MAGIS Brasil, a fim de avançar cada vez mais para uma ação orgânica, regular, consistente e organizada com jovens em todo o Brasil, a partir dos Centros, Casas e Espaços MAGIS. Para isso, foi construído um Instrumento de planejamento, pelo Eixo Metodologia e Pedagogia do Trabalho do Programa, atualmente sob responsabilidade do Anchietanum. Esse Instrumento está sendo socializado e revisado com os outros Centros e Casas.

Nesses dias, Davi Caixeta e Vanessa Correia estiveram com a equipe do CIJ, em Fortaleza, para apresentar o Instrumento de Planejamento, conhecer os passos já dados pelo Centro na realização de seu planejamento pastoral e construir coletivamente o método e as etapas de acompanhamento recíproco dos planejamentos do Anchietanum e CIJ. No mês de maio, será a vez de representantes da equipe do CIJ visitarem a equipe do Anchietanum para acompanhar o seu processo de planejamento.

A metodologia de planejamento dos Centros, Casas e Espaços proposto pelo Eixo Metodologia propõe que se recorra sempre ao olhar externo, isto é, a percepção de outro Centro ou Casa de Juventude. Assim busca-se superar os pontos cegos que existem quando se olha para o próprio trabalho e realidade, considerando-os a partir de outra perspectiva e enriquecendo o processo de discernimento.

CIJ e Anchietanum estão convencidos de que o planejamento é um instrumento fundamental para ampliar sua visão do contexto em que se inserem, do futuro que desejam e dos passos que são necessários. Sem organização corre-se o risco de gastar muito esforço em ações desconexas, que não levam ao fim desejado.

Compartilhar
Twittar
+1