Dia Nacional de Oração pelo fim da pandemia de coronavírus

em 12 de junho de 2020 por MAGIS Brasil

A pandemia de coronavírus que o mundo enfrenta interpela cristãos e cristãs a refletirem sobre o sentido da vida. Neste momento, é fundamental termos os olhos fixos em Jesus para que possamos descobrir o que, de fato, é essencial. A familiaridade com a pessoa de Jesus pode iluminar a nossa vida e nossas atitudes. É uma proposta para alicerçar nossa vida na vida de Cristo. Não estamos sozinhos, estamos juntos e Deus está conosco.

Convidamos todos e todas a entrarmos em sintonia espiritual e orarmos em intenção comum pelo fim da epidemia, pelos doentes, pelos que cuidam dos doentes, pelos que estão recolhidos em casa, pelas autoridades responsáveis por criar medidas de contenção da pandemia.

Entraremos em oração comum às 20h de hoje, 12 de junho. Cada um de suas casas, estaremos unidos, como comunidade dos seguidores e seguidoras de Jesus de Nazaré, que consola e convoca à vida.

Você pode fazer o momento de forma individual, se estiver só; ou convidar seus familiares para rezarem junto com você.

 

Confiança em Deus

Ambientação: acenda uma vela, diminua as luzes, silencie o celular e procure conectar-se consigo mesmo/a, com as pessoas que estão com você, com as outras que estão rezando em outras partes do país e com Deus. É um momento de sentir que “tudo está interligado”.

Preparação: encontre uma posição confortável. Respire, profundamente, várias vezes. Tome consciência que está na presença de Deus.

Recordação: traga à memória as notícias, as imagens vistas ao longo do dia, as pessoas e perceba como está seu coração. Sinta os sentimentos, os pensamentos. Ouça seu coração. Se ajudar, você poderá tocar no seu pulso para sentir o pulsar de seu coração. Se estiver com sua família, podem fazer um breve momento de partilha desses sentimentos e pensamentos.

Inspiração: “A tempestade desmascara a nossa vulnerabilidade e deixa a descoberto as falsas e supérfluas seguranças com que construímos os nossos programas, os nossos projetos, os nossos hábitos e prioridades. Mostra-nos como deixamos adormecido e abandonado aquilo que nutre, sustenta e dá força à nossa vida e à nossa comunidade. A tempestade põe a descoberto todos os propósitos de ‘empacotar’ e esquecer o que alimentou a alma dos nossos povos; todas as tentativas de anestesiar com hábitos aparentemente ‘salvadores’, incapazes de fazer apelo às nossas raízes e evocar a memória dos nossos idosos, privando-nos assim da imunidade necessária para enfrentar as adversidades. Com a tempestade, caiu a maquiagem dos estereótipos com que mascaramos o nosso ‘eu’ sempre preocupado com a própria imagem; e ficou a descoberto, uma vez mais, aquela (abençoada) pertença comum a que não nos podemos subtrair: a pertença como irmãos” (Papa Francisco. Momento extraordinário de oração em tempo de pandemia).

Texto bíblico: Salmo 23 (22)

Preces:

  • Senhor, pedimos para que fortaleça em nós a confiança em Ti. Ajuda-nos a não nos esquecermos de que, mesmo em meio às dificuldades que esta pandemia nos traz, Tu caminhas conosco e sustentas nossos passos. Que possamos encontrar em Ti a força necessária para seguir.R.: Senhor, escutai a nossa prece.
  • Senhor, pedimos para que nos ajude a identificar e reafirmar aquilo que é essencial e prioritário em nossas vidas pessoais e comunitárias. Que sejamos capazes de crescer em solidariedade e perceber como “tudo está interligado”, a fim de que assumamos todos/as o compromisso com o bem comum.
  • Senhor, pedimos por todos aqueles que vivem a experiência do luto em meio a esta pandemia. Pedimos tanto pelos que perderam seus entes queridos em decorrência da COVID-19, quanto pelos que, por outros motivos, experimentam a ausência de amigos e familiares que agora contemplam a face de Deus. Que mesmo na impossibilidade de contarem com ritos adequados de despedida e com abraços e consolos presenciais de pessoas queridas, Tu sejas para eles/as sustento, amparo e esperança.
  • Senhor, pedimos por todos os que foram contaminados pelo coronavírus. Que Tu lhes dê força e paciência para realizarem os tratamentos que forem necessários para que possam curar-se e ilumine o trabalho de todos os profissionais da saúde que estão atuando para cuidar da vida.

Gesto concreto: Não dê crédito a informações falsas ou rumores e não os difunda. Atentos ao bom espírito, que vem de Deus, é possível responder a essa crise com seriedade, mantendo um senso interior de calma, esperança e confiança no Deus da Verdade.

Pai-Nosso

Oração Final: Senhor, dá-nos a graça da sensibilidade. “Onde houver desespero, que eu leve a esperança; onde houver tristeza, que eu leve a alegria; onde houver trevas, que eu leve a luz”. Dá-nos coragem para amar e servir. Por Cristo, Senhor Nosso. Amém.

Compartilhar
Twittar
+1