Mobilização Global pelo Clima

em 27 de setembro de 2019 por MAGIS Brasil

Aconteceu nesta semana, desde o dia 20 de setembro até hoje (27), a Mobilização Global pelo Clima. Envolvendo diferentes iniciativas em mais de 150 países, este movimento foi majoritariamente protagonizado por jovens como uma reação ao cenário de mudanças climáticas que vem afetando a vida de milhões de pessoas ao redor do globo. As manifestações, com foco em justiça e igualdade, reivindicaram medidas concretas de combate ao aquecimento global e à emissão de gases de efeito estufa, exigindo, entre outras demandas, o fim da queima de combustíveis fósseis, a transição para fontes limpas e renováveis de energia e também o auxílio às pessoas afetadas pelas mudanças.

No Brasil, houve registro de atos em aproximadamente 40 cidades e as movimentações coincidem com um período em que o país enfrenta o aumento do número de queimadas intencionais e criminosas na Amazônia, acontecimento de repercussão mundial, visto que os impactos e desequilíbrios gerados afetam as dinâmicas ecossistêmicas globais.

Atenta aos sinais dos tempos, a Companhia de Jesus anima a todos a tomar medidas climáticas urgentes e sustentáveis, a partir, de forma especial, de uma das Preferências Apostólicas Universais específica sobre o cuidado da Casa Comum. Em sintonia com os movimentos, algumas obras jesuítas, sobretudo colégios de diferentes países, como Argentina, Chile, Brasil (Colégio Antonio Vieira – Salvador, BA), Colômbia, Guatemala, Panamá, Porto Rico e Uruguai também somaram forças nas mobilizações de acordo com suas realidades.

Sobre o fenômeno das mudanças climáticas, o Papa Francisco afirma que é algo grave e preocupante, que impacta de maneira mais intensa as populações mais pobres e vulneráveis e que deve ser enfrentado de maneira coletiva. E complementa: “Com honestidade, responsabilidade e valentia, temos que colocar nossa inteligência a serviço de outro tipo de progresso, mais saudável, mais humano, mais social, mais integral, que seja capaz de colocar a economia a serviço da pessoa humana, construir a paz e proteger o ambiente. […] A situação atual de degradação ambiental está conectada com a degradação humana, ética e social tal e como experimentamos cada dia e isso nos obriga a pensar sobre o sentido de nossos modelos de consumo e de produção e nos processos de educação e de conscientização que sejam coerentes com a dignidade humana”.

O Programa MAGIS Brasil, entendendo que a Justiça Socioambiental é uma das frentes de trabalho principais para atuação apostólica junto à juventude, reconhece que cuidar do lugar que habitamos como Casa Comum é imprescindível para que as relações de amor-comunhão a que aspiramos se concretizem. Por isso, manifesta seu apoio a todos/as aqueles/as que se movimentam em defesa de um mundo onde desenvolvimento humano e preservação ambiental caminhem juntos.

Para saber como foram os movimentos nos diversos países, acesse o site oficial da Mobilização Global pelo Clima – clique aqui

 

Nove Déli – Índia

 

Nova York – EUA

 

Manizales, Colômbia

 

Melbourne, Austrália

Compartilhar
Twittar
+1