Palavra que nos transforma

em 10 de janeiro de 2019 por MAGIS Brasil

Semana de Oração pelo Magis Centroamérica 2019

Dia 11 de janeiro se inicia o Magis Centroamérica 2019, evento que reúne juventudes inacianas do mundo inteiro para vivenciarem juntas uma experiência de fé, antecedendo a Jornada Mundial da Juventude no Panamá. O Programa MAGIS Brasil te convida a rezarmos em unidade durante essa semana por estes momentos importantes para todas as juventudes.

“O Espírito do Senhor está sobre mim” (Lc 4,18)

A Palavra de Deus, presente e atuante no mundo, provoca uma mudança nas pessoas, tendo em vista a transformação da sociedade e a construção do Reino. Jesus, em seu contexto, não foi indiferente aos sofrimentos dos mais pobres, à dor dos enfermos, à angústia dos cativos. Jesus, por suas palavras e suas ações, buscava resgatar a humanidade de todos, curando e libertando as pessoas de suas prisões.

A prática de Jesus se aplica diante de uma realidade de injustiça e de opressão, ao se compadecer profundamente pela dor do outro. Trata-se de prática libertadora que também envolve os discípulos, todos e todas que seguem Jesus e desejam colaborar com sua missão de anunciar e construir o Reino. A prática de Jesus e de seus seguidores, apesar do tamanho dos desafios, não perde a esperança em fazer a vontade do Pai e realizar o Reino. Jon Sobrino coloca que “o reino de Deus é uma utopia que responde a uma esperança popular secular no meio de inumeráveis calamidades históricas; é, por isso, o bom e o sumamente bom. Mas é também algo libertador, porque vem no meio de e contra a opressão do antirreino” (SOBRINO, 1996, p. 113).

Quando olhamos para a América Latina, somos chamados a lutar contra as injustiças e opressões presentes em nossa realidade, anunciando a Boa-Nova, com ações que mostrem o Reino de Deus acontecendo. Como descreve Dom Luciano Mendes de Almeida, três insistências hão de caracterizar a nova evangelização na América Latina: a) a primeira é a afirmação da vida, dom de Deus, incluindo desde o respeito à natureza e às culturas indígena e negra, até assegurar a todos o direito de viver; b) a segunda é o esforço para a aproximação e o diálogo entre grupos armados, facções e partidos que atentam contra a paz em várias nações, sendo a palavra-chave a reconciliação, que nasce do perdão e amor fraterno; c) a terceira é de esperança, anunciar a transcendência da dignidade dos filhos de Deus para que não desanimem em promover uma sociedade justa e solidária, acreditem na força transformadora da vida nova em Cristo e na sobrevivência feliz para além da morte (ALMEIDA, 2013, p. 168).

Pelas palavras e pelos gestos de Jesus, somos provocados a lutar contra o antirreino, a não permitir que a injustiça prevaleça em nosso continente. Somos animados a não perder as esperanças no Reino, inspirados por Jesus em sua missão, e a colaborar para uma sociedade reconciliada com Deus, com práticas de acolhida e libertação.

Texto bíblico: Lucas 4,14-21

Pedido de graça: Senhor, que não percamos a esperança em anunciar e lutar por realizar o Reino em nossa sociedade.

Para refletir e rezar:

  • Quais práticas de libertação o meio em que vivemos provoca em nós?
  • Em que sentido somos chamados a seguir Jesus e nos fazer discípulos e discípulas de sua missão de construção do Reino?

Boa oração!

Clique aqui e saiba mais sobre o Magis Centroamérica 2019

Acesse a oração de ontem: clique aqui

Compartilhar
Twittar
+1