Aconteceu a segunda palestra do Ciclo de Seminários Online do Programa MAGIS Brasil

em 23 de junho de 2020 por MAGIS Brasil

No dia 16 de junho, última terça-feira, o Ciclo de Seminários Online do Programa MAGIS Brasil teve continuidade através da palestra sobre Liturgia, pastoral e espiritualidade em tempos de isolamento social, que foi assessorada pela Ir. Penha Carpanedo, religiosa da Congregação das Irmãs Discípulas do Divino Mestre, que é especialista em liturgia, membro da Rede Celebra, redatora da Revista de Liturgia e que ministra cursos e assessora comunidades na dimensão litúrgica da fé.

Ao todo, mais de 1.300 pessoas puderam acompanhar as reflexões acerca dessa temática, que está diretamente ligada à relação Igreja e Pandemia, apresentada de maneira profunda e leve pela Irmã Penha, que teve suas colocações muito elogiadas durante toda a transmissão. O início do seminário contou com uma fala introdutória da religiosa e, em seguida, através de perguntas enviadas por quem estava assistindo, foi possível trocar experiências e conhecer ainda mais sobre o tema deste segundo dia do Ciclo.

Ir. Penha deu início às reflexões recordando que este momento de crise que estamos passando atinge a todos. Assim, atinge também à Igreja e às religiões, e, nesse aspecto, a espiritualidade tem a habilidade de nos ajudar a lidar e a aprender com as crises, que nos levam a enxergar realidades que antes não víamos e adotar atitudes que não tomávamos. Estabelecendo uma conexão com o seminário que deu início ao Ciclo e que abordou a Economia de Francisco e Clara, Penha afirmou que “o mundo deverá ser reinventado depois dessa dramática experiência da COVID-19, desde a forma de gerenciar a economia, até os modos de viver dentro de nossas casas”.

Clique no vídeo abaixo e assista o seminário na íntegra:

Neste cenário da pandemia, diante do isolamento social e da impossibilidade dos fiéis se reunirem em assembleia para celebrar a Eucaristia, a irmã lançou ao público a reflexão em torno da necessidade de “jejuar do Pão e comungar com a Palavra, que nasce do silêncio, da escuta”. Ela ainda completou a provocação dizendo que “este é um jejum que nos faz todos e todas iguais, solidários uns com os outros, com a mesma dignidade, porque na missa televisiva, enquanto uns poucos comungam, a grande maioria não comunga, então nós ficamos divididos entre aqueles que têm acesso ao Pão e aqueles que não têm acesso ao Pão. Então, no momento atual, é um gesto digno este de a gente, se não é possível se reunir para celebrar, por que não, assumirmos juntos, como um gesto solidário, o jejum eucarístico? Isso não significa jejum de Deus. Podemos cultivar a nossa comunhão, promover a nossa comunhão com Deus mediante a Palavra, mediante outras formas de comunhão com Ele”.

A religiosa da Congregação das Irmãs Discípulas do Divino Mestre destacou ainda a beleza dos fiéis e das famílias que têm manifestado o enraizamento da fé e a confiança em Deus nesse momento através da vivência do Ofício Divino das Comunidades, com simples, mas significativos ritos que revelam a liturgia em um momento onde a família se reúne para fazer a memória da vida, escutar a Palavra, fazer uma prece, invocar uma benção, se colocando como um sujeito dessa ação. Ela afirma que “a gente está redescobrindo o espaço da nossa casa como um espaço eclesial, um lugar da presença de Deus. Deus não está fazendo uma pausa, esperando a pandemia passar pra Ele continuar realizando a salvação. Ele está salvando a gente agora, está nos abraçando, nos acolhendo, nos perdoando, nos consolando, nos exortando agora, a partir de onde estamos”.

Inspirados pela experiência partilhada pela Ir. Penha, as perguntas enviadas pelo público foram provocativas e valiosas e ajudaram a tecer mais ponderações sobre como a Igreja pode realizar sua missão evangelizadora em torno da Palavra, da Eucaristia e da caridade com templos fechados, como é possível nutrir a fé da comunidade e mantê-la em comunhão, como compreender a Eucaristia neste contexto e sobre quais outras vivencias litúrgicas, centradas na Palavra e na caridade, podem ajudar a alimentar a fé durante o isolamento social.

Para assistir ao seminário completo, basta clicar aqui. Além disso, caso alguém queira entrar em contato com a Irmã Penha, ela deixou à disposição o seu e-mail: penhacarpanedo@hotmail.com

A última palestra do Ciclo de Seminários Online do Programa MAGIS Brasil abordará Os apelos da Amazônia em tempos de pandemia, no dia 07 de julho às 20h pelo canal do MAGIS Brasil no YouTube. Esperamos você!

Compartilhar
Twittar
+1