Semana de Santo Inácio: Uma bala de canhão

em 31 de julho de 2017 por MAGIS Brasil

Hoje, 31 de julho, celebramos o dia de Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus. Para fazer memória viva de Inácio, o Programa MAGIS Brasil realizará, durante essa semana, publicações temáticas relacionadas à sua vida e à espiritualidade inaciana. Começando esse itinerário, convidamos todos/as a conhecerem um pouco mais de sua história de conversão no texto abaixo.

Uma bala de canhão

Inácio, soldado jovem e ambicioso, insiste em permanecer em uma batalha anunciadamente perdida. Nesse episódio, teve sua perna ferida por uma bala de canhão. A bala que atravessou sua vida representou um contexto de crise e ruptura existencial muito forte, na medida em que interrompeu seus planos, sonhos, saúde, vaidade. A realidade e os obstáculos interpelaram Inácio, e justamente nessa situação limite, Deus encontrou espaço para se revelar ao jovem. A partir daí, Inácio conheceu a história dos santos e leu as primeiras linhas sobre Jesus. No entanto, essa prática nascente de oração não é propriamente o que transforma a vida de Inácio, mas sim a graça de Deus, que atua realizando um chamado capaz de mudar o sentido e os rumos de sua vida. Como jovens, os contextos de crises sociais e políticas tendem a nos atingir de maneira específica, impossibilitando sonhos, agravando nossas inquietações e limitações. Diante disso, a história de Santo Inácio nos inspira a reconhecer a ação de Deus, mesmo nas mais complexas situações. Somos continuamente convidados a ressignificarmos nossos problemas, enchendo o coração de esperança e força, para que junto da ação divina, possamos agir transformando as dificuldades e as imposições em motivações para seguirmos no projeto do Reino.

Texto extraído do Roteiro ”Vida em Oração: Inácio de Loyola”. Acesse a publicação completa clicando aqui.

Compartilhar
Twittar
+1