Programa MAGIS Brasil realiza Simpósio sobre Juventude e Fé

em 5 de setembro de 2018 por MAGIS Brasil

Reunindo mais de 150 participantes de todo o Brasil, o Centro MAGIS Anchietanum, em São Paulo (SP), realizou neste último final de semana o Simpósio Juventude e Fé. A ocasião surgiu em diálogo com a proposta do Sínodo convocado pelo Papa Francisco, que acontece em outubro deste ano, com a temática “os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

Em dois dias de Simpósio foi possível ouvir os jovens e lançar um olhar para as especificidades das juventudes contemporâneas e suas vivências de fé e espiritualidade, além da oportunidade de pensar nas perspectivas da Igreja católica no acompanhamento às juventudes. Tendo vivido um espaço de partilha de experiências, reflexões e aprendizado, os participantes saíram com o propósito/desafio de serem como vaga-lumes, iluminando as escuridões que encontrarem pelo caminho.

Então a compreensão da diversidade da juventude me leva a pensar, o que essas juventudes esperam de nós quanto ao anúncio de Jesus Cristo sem perder o essencial, mas que seja capaz de atingir essas diversas juventudes, esses diversos modelos de pensar.“, relatou Manoel Gomes, participante do Simpósio.

É quase impossível falar de Juventude e fé hoje sem falar de tecnologia

Dentro das mesas temáticas foi possível elucidar assuntos diversos, como o contexto histórico, político e social das juventudes; as diversas realidades do país na forma do jovem expressar sua fé; a evangelização atual com suas demandas e particularidades; etc. “É quase impossível falar de Juventude e fé hoje sem falar de tecnologia”, afirmou a Prof.ª Dr.ª Regina Novaes, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), que esteve presente na mesa “Os jovens e a vivência religiosa hoje”.

Entre os afetos e as determinações, entre os porquês e os para quês, entre a culpa e a responsabilidade: a construção de um Projeto de Vida coerente, legítimo e sustentável.”, elucidou o Prof. Dr. André Luís Araújo, SJ, da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), participante de uma das mesas temáticas, destacando a importância do acompanhamento e disposição junto às juventudes.

“Para evangelizar a juventude, não tem como a gente falar só de uma juventude, precisamos falar das juventudes

Finalizando a experiência, a última mesa fugiu do formato tradicional e trouxe a temática “como é ser jovem e viver a fé na Igreja hoje”.  Com uma roda viva, onde jovens de vivências pastorais diferentes e em movimentos diversos partilharam suas experiências de ser jovem e ser igreja, dando oportunidade aos participantes de trazer questionamentos e reflexões para serem discutidos em conjunto.

A Pamela Santos, participante do Simpósio, partilhou dizendo que “principalmente os evangelizadores da juventude precisam falar da juventude quanto categoria social, precisam entender que para evangelizar a juventude, não tem como a gente falar só de uma juventude, precisamos falar das juventudes”.

Você pode conferir as transmissões ao vivo, fotos e outros textos sobre o Simpósio Juventude e Fé na página do Facebook do Centro MAGIS Anchietanum: www.facebook.com/Anchietanum.

Compartilhar
Twittar
+1