Semana Mundial do Meio Ambiente 2019

em 7 de junho de 2019 por MAGIS Brasil

O cuidado da casa comum é dever de todos.

Entre os dias 03 a 07 de junho, convidamos jovens de todo país a refletir sobre realidades muito próximas do nosso cotidiano durante a Semana Mundial do Meio Ambiente (SMMA). A semana dialoga com o Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1972. O intuito era que, com publicações de conteúdos e dados em torno deste tema, esta semana ajudasse a construir relações mais justas entre a sociedade e o meio ambiente, formando pessoas livres, conscientes e desejosas para cuidar da casa comum.

Finalizando a semana, trazemos aqui um compilado de informações e questionamentos que pode nos ajudar a repensar nossas atitudes cotidianas não apenas esta semana. Como é minha relação com o uso da energia elétrica e o consumo de água? E minha produção de lixo? Como me afeto a partir dos crimes ambientais?

 

Resíduos

O ser humano produz por dia 800g a 01kg de lixo!
Das 64 milhões de toneladas de resíduos gerados em 2015, 24 milhões seguiram para destinos inadequados, como lixões. Isso equivale a 168 estádios do Maracanã lotados de lixo, sendo que outras 6,2 milhões de toneladas sequer foram coletadas. Em média cada brasileiro gerou 383 kg de lixo por ano, um aumento de 1,3% de resíduos por habitante em relação a 2011.

Você sabe quais papéis podem ou não ser recicláveis?
Recicláveis: Jornais, revistas, caixas, papelão, papel de fax, formulários de computador, folhas de caderno, cartolinas, cartões, envelopes, fotocópias, folhetos e impressos em geral.
Não recicláveis: Adesivos, etiquetas, fita crepe, papel carbono, fotografias, papel toalha, papel higiênico, papéis e guardanapos engordurados, papéis metalizados, parafinados ou plastificados.

Reciclar da forma correta é muito importante!
Muita gente tem consciência da importância de realizar a coleta de lixo para reciclagem, porém, o número de lixo reciclado no Brasil ainda é muito pequeno, em relação ao lixo produzido. Aqui, a maior parte do lixo vai parar nos aterros sanitários, que não recebem nenhum tratamento, polui o solo e ainda emite gases prejudiciais à nossa atmosfera, pois diversos materiais lá depositados levam centenas ou milhares de anos para se decompor. (Fonte pensamentoverde.com)

Energia Elétrica

Fazer uso da energia elétrica é algo que já se tornou tão natural que muitos de nós não damos conta do quanto consumimos diariamente. É muito comum reclamarmos do preço da nossa conta de luz, mas sabemos de onde vem e a que custo essa energia elétrica é gerada?

Atualmente, segundo o Governo Federal, existem no Brasil 140 usinas hidrelétricas operando na geração de energia elétrica, com projeção de instalação de mais 71 novas usinas, sendo 28 delas planejadas na Região Amazônica. Pensar nesse contexto é algo no mínimo preocupante, pois não podemos ignorar o fato do tamanho dos impactos socioambientais provocados pela construção de uma usina hidrelétrica, pois muitos deles são irreversíveis, já que alteram a paisagem local, provocam grandes desmatamentos e perdas à fauna e à flora, inundam áreas enormes, removem populações e comunidades inteiras, causam inchaços de cidades ao redor da usina, geram perdas de território e bens culturais dos povos tradicionais e aumentam a vulnerabilidade.

Sendo assim é preciso tanto pensar/cobrar por fontes alternativas que sejam realmente renováveis, como a energia eólica e solar. E, sobretudo, ao fazer o nosso consumo de energia, devemos considerar o quanto estes fatores e impactos estão interligados, e que os benefícios da redução do consumo de energia ajudarão, além da redução de custos na conta mensal, na preservação dos nossos recursos naturais.

Água

Talvez muitos de nós temos água potável em nossas torneiras, chuveiro e bebedouros.
Mas será que todos vivem essa mesma realidade no país?
Confira alguns dados alarmantes:

– 61% dos brasileiros não têm saneamento básico seguro e mais de 04 milhões precisam defecar ao ar livre (OMS)
– De cada 100 litros de água tratada no Brasil, somente 63 litros são consumidos e os 37 restantes são perdidos (Ministério da Saúde)
– Tratamos menos de 50% do esgoto gerado, resultando na poluição dos corpos d’água e na consequente redução da disponibilidade hídrica (AESBE)
– Brasil concentra 20% da água do mundo, mas menos da metade da população tem acesso a saneamento (ONUBR)
– 01 em cada 04 cidades brasileiras está contaminada por um “coquetel tóxico” de 27 pesticidas (Ministério vida Saúde)

E os produtos que utilizamos diariamente, gastam muita água em sua produção?
– Papel: a produção de uma folha de papel A4 consome cerca de 10 litros de água
– Café: uma xícara de café gasta 130 litros de água em sua produção
– Chocolate: para fabricar uma barra de chocolate, são gastos 1.700 litros de água
– Arroz: Para produzir 1 kg de arroz são necessários 2.500 litros de água
– Calça Jeans: a fabricação de uma calça jeans usa 10 mil litros de água
– Carne bovina: 01kg de carne de boi consome 17.000 litros de água na produção
– Carro: 400 mil litros de água são gastos na fabricação de apenas 01 automóvel
(Fonte Folha de são Paulo)

Crimes Ambientais

Não é acidente, é crime.
Compreender que a negligência das grandes empresas com a natureza, com as pessoa e a vida que cerca seus empreendimentos não é um acidente, é um crime. E mesmo que por vezes não sejamos diretamente atingidos, ter empatia e colocar-nos no lugar do outro que vive nesses cenários de crimes ambientais e não deixar que esses ocorridos caiam no esquecimento. É necessário estar atento a notícias e pesquisas que envolvem a temática do meio ambiente e além disso, acompanhar o trabalho de movimentos, ongs e instituições que atuam na defesa da nossa casa comum.

Pensamento Brasileiro

A Earth Day 2019 é uma pesquisa global sobre o pensamento preocupante das nações referente aos danos locais no meio ambiente. Segundo diagnóstico da pesquisa, o desmatamento é a questão ambiental mais preocupante para a maioria dos brasileiros. No ranking mundial, o tópico aparece na 5ª colocação. O aquecimento global é considerado o tema mais importante para a população mundial já para os brasileiros, o assunto aparece somente no 4º lugar entre as principais preocupações. (Fonte Estadão)

Confira os números em porcentagem de pessoas no Brasil e no Mundo a partir das preocupações:

Brasil
1º Desmatamento: 53%
2º Poluição da água: 44%
3º Produção de lixo: 36%
4º Aquecimento global: 29%
5º Esgotamento de recursos naturais: 23%

Mundo
1º Aquecimento global: 37%
2º Poluição do ar: 35%
3º Produção de lixo: 34%
4º Poluição da água: 25%
5º Desmatamento: 24%

 

Para finalizar, associando todas essas colocações, trazemos o trecho da Encíclica Laudato Si, nas palavras do Papa Francisco:Todos podemos colaborar, como instrumentos de Deus, no cuidado da criação, cada um a partir da sua cultura, experiência, iniciativas e capacidades”. Que não nos falte ânimo e coragem para cuidar sempre e cada vez mais da casa comum.

 

Produção
Centro MAGIS Amazônia
Centro MAGIS Anchietanum

Compartilhar
Twittar
+1